Nesta Páscoa nós não recebemos chocolates de nossos amigos. Melhor que isso: nos avisaram que a Fiat já produz o Palio Way. Para correr atrás de um segredo não importa o dia, pode ser feriado,  sábado  ou domingo, sempre vou conferir uma dica. Chegando a um de meus pontos de observação já era possível avistar algumas unidades do “aventureiro”.  Na ânsia de fazer as fotos sai correndo e, ao subir o barranco para chegar ao carro, levei um escorregão. Por sorte a máquina não teve um arranhão, mas não posso dizer o mesmo do meu braço direito, agora dolorido e esfolado.  Apesar  do incidente, este ai e o Palio “Uai” em sua versão de produção, indicativo de que sue lançamento está próximo.

Apuramos que o modelo já está em produção e a maioria das unidades fabricadas é pintada de prata bari. As unidades do flagra estão prontas e para completar o visual final só falta à faixa adesiva na parte inferior das portas com a inscrição Way.

A receita é bem simples para que o preço não deixe a versão inviável, já que a ideia é pescar os clientes órfãos com o fim da fabricação do Mille Way. Tirando os adereços estéticos e as rodas de 14 polegadas, o Palio Way virá equipado somente com o básico exigido por lei.

Diferentemente do Mille, o Palio Way tem os para-choques pintados na cor da carroceria e tanto o dianteiro como o traseiro ganharam spoliers na cor preta, sendo que o traseiro ainda tem o nome Way gravado na peça. As molduras dos para-lamas são lisas e não deixam os parafusos aparentes.

O visual aventureiro ainda é composto pelos faróis de máscara negra, grade frontal preta com detalhes cromados, adesivos pretos nas colunas das portas, faixa com a inscrição Way na parte inferior das portas, capa dos retrovisores pintadas de grafite e a caixa de ar pintada na cor preta.

A suspensão é alguns centímetros mais alta que a versão normal. Os pneus são de medidas 175/65 aro 14 polegadas, entretanto, os pneus não são de uso misto. As calotas que virão de série e as rodas de liga-leve opcionais são as mesmas usadas pelo Uno Way, em seu lançamento 2010, e que foram descartadas em 2012

[photomosaic]

Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos