flagra_bmw_x1_2O novo BMW X1 segue cortando o Brasil em testes. Além do protótipo que circula em São Paulo, existem unidades rodando em Goiás e Rio Grande do Sul. O flagra acima é do leitor Mateus Mello feito em Goiás. Os demais flagras do SUV foram realizados pelos leitores João Paulo Blini e Rogério Yokooji na capital paulista. Quem tornou aparecer nos flagras dos leitores é a picape Fiat 226 fotografada em Pernambuco por Ricardo Oliveira e Nauan Alex. A todos os leitores nossos agradecimentos.

flagra_bmw_x1A nova geração do BMW X1 será revelada no Salão de Frankfurt que abrirá suas portas em setembro. O SUV será montado no Brasil no segundo semestre.

Nesta nova geração o crossover contará com a nova arquitetura batizada de UKL2. Essa plataforma já é usada no novo MINI Cooper e no monovolume Série 2 Active Tourer. Além deles, ela também será compartilhada com a nova geração do Série 1.

flagra_bmw_x1_1

A grande novidade do modelo além das mudanças visuais será o uso da tração dianteira. A plataforma UKL2 permite configurações com tração dianteira e integral.

Em outros mercados o novo BMW X1 2016 contará com motores 1.5 turbo movido à gasolina que rende 136 cv de potência e um 2.0 turbo que rende 231 cv. No Brasil é provável que esses propulsores passem a contar com a tecnologia flex.

flagra_picape_fiat_226

FIAT 226

A picape média da Fiat ainda segue em teste bastante camuflada, mas, o visual já é conhecido pelos leitores do Autos Segredos desde novembro, quando publicamos uma projeção exclusiva e reveladora. O protótipo deste post foi flagrado em Pernambuco pelos leitores Ricardo Oliveira e Nauan Alex. A picape estreará no Brasil até novembro deste ano.

O conceito exposto no Salão do Automóvel de São Paulo deu boas dicas do visual da picape. Na dianteira a herança do FCC4: a posição dos faróis e entradas de ar serão mantidas como as do conceito. Os faróis auxiliares serão bem finos e concentram farol baixo e luzes de setas, nas extremidades. Diferentemente do conceito, a grade do modelo final será maior e contará com filetes horizontais. Os faróis auxiliares também estão nas extremidades dos para-choque, ficando alinhados verticalmente com a seta e o farol principal.

flagra_picape_fiat_226_1Na traseira, a picape contará com o mesmo sistema de abertura da tampa da caçamba. A porta se abrirá em duas partes assimétricas para os lados. A logo com tipologia da linha comercial ficará no centro da tampa e servirá como maçaneta de abertura. As lanternas não são tão futuristas, mas seguem um pouco as do FCC4. Elas invadem um pouco a tampa da caçamba e as laterais. O para-choque abrigará a placa de identificação, além as luzes de ré e neblina.

A picape construída em monobloco – como a Honda Ridgeline e a futura picape Oroch, derivada do Renault Duster – terá porte das antigas Chevrolet S10 e Ford Ranger. É algo como entre-eixos de 2,80m, largura de 1,94m, altura de 1,6m e comprimento na casa dos 5m.

MOTORES A versão de entrada da 226 será equipada com o motor 1.8 E.torQ EVO usado pelo Renegade. Os câmbios para o E.torQ EVO serão o manual de cinco velocidades e o automático de seis, e a tração sempre será 4×2. Já as versões topo de linha ganham opção de tração 4×4 e serão equipadas com o motor 2.0 turbo diesel MultiJet II, que rende 170 cv e 35,7 kgfm de torque. Nesse caso, o câmbio será o automático de nove marchas. O motor 2.4 já usado pelo Freemont está cotado para ser usado na picape, porém, a princípio ele é destinado para outros mercados.

[photomosaic]

Fotos | Ricardo Oliveira e Nauan Alex (Picape Fiat 226), João Paulo Blini, Mateus Mello e Rogério Yokooji (BMW X1)

Flagrou algum carro diferente, camuflado, com placas verdes (ou tudo isso) ou ainda tem alguma informação interessante e quer contribuir com o Autos Segredos? Envie para o e-mail [email protected] ou [email protected]