Tivemos que deixar esta notícia para hoje… Fabricado no Brasil desde 1999, o  IV enfim deixa de ser vendido no Brasil. Difícil de acreditar, de fato. Como contamos em janeiro, a produção foi encerrada na virada do ano e só agora, após o lançamento do novo Golf Comfortline, o antigo foi retirado do site da fabricante esta semana – e sem campanha de deslançamento.

O modelo deixou o mercado depois de 15 anos de produção nacional, mas saiu por cima. Enquanto o , o antigo, chamado 4,5, tinha preços que variavam entre R$ 54.240 para o 1.6 e R$ 64.370 para o Sportline 2.0 Tiptronic que, equipado, chegava a R$ 70.148. Ainda bem que os descontos nas lojas eram mais que certos.

Mas, convenhamos: foi um carro marcante. Ainda hoje é um carro gostoso de guiar, com suspensão e câmbio bem acertados. Mas era um conjunto datado, reestilizado tardiamente, em 2007 e que, fora da mídia, tentava sobreviver com série especiais, como por exemplo as GT, Tech, Black e Silver Editon. Em sua primeira fase ainda houve a versão VR6, cujo desempenho chegava a ser inferior a ; a diferença é que que foram vendidos apenas 99 VR6 no Brasil, os únicos com duas portas – por regra, pois há raros GTI 2P.

A fábrica de São José dos Pinhais (PR), inaugurada para a justamente para produção do Golf e do irmão Audi A3, já é preparada para receber a produção do Golf VII e de modelos da Audi, Q3 e A3 Sedan. A produção do novo Golf por lá terá início .

Fotos | Volkswagen/Divulgação