cliov602No último final de semana, durante a 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Marcas, aquele que talvez seja o “hot hatch” mais legal da Renault nos tempos modernos, fez uma ilustre aparição. Equipado com um motor de 3,0L oriundo do sedã Laguna e preparado pela TWR – Tom Walkinshaw Racing – para gerar 230 cv, o mítico Clio V6 andou forte em uma volta rápida na pista do Autódromo Internacional de Curitiba, o AIC, em Pinhais-PR, e ainda foi o carro madrinha da etapa, realizada no sábado, 1º de agosto, e domingo, dia 2. Este modelo esbanja 255 cv, graças a cabeçotes de altíssimo fluxo desenvolvidos pela Renault Sport, que o levam aos 100 km/h em 5,9s, com 246 km/h de velocidade máxima.

 

A prova de domingo teve Rubens Barrichello em 4º lugar, no comando de um Renault Fluence nº 111 da equipe de competição Full Time. Guilherme Salas, no comando do Chevrolet Cruze nº 12 da Onze Motorsports, foi o primeiro colocado.

cliov603

A carroceria da segunda geração do hatch compacto, produzido na Europa de 1998 até 2005, ainda é a mesma vendida no Brasil, foi modificada pela Valmet para receber o motor em posição central, além de tomadas de ar e rodas maiores, de aro 18 polegadas, que abrigam gigantescos discos de freio. O entreeixos também cresceu: 1,5 cm.

 A suspensão recebeu novos braços, amortecedores preparados e bitola maior nos dois eixos.

Compreendido por muitos e até mesmo pela própria Renault como o sucessor do Renault 5 Turbo, o Clio V6 tem ronco grave e encorpado, um comportamento arisco, com forte tendência a desgarrar de traseira, o que faz exigir perícia extrema na condução e, mesmo assim, era vendido ao público na Europa como versão topo de linha do hatch. Seu antecessor era equipado com um motor 1,4L Cléon sobrealimentado, semelhante ao CHT, bem mais modesto, mas que, ainda assim, foi muito vitorioso no WRC na década de 80.

Renault 5 Turbo

Os anos 2000 se inspiraram no passado para fazer carros extremamente legais, rápidos e puro-sangue. Hoje, mais do que nunca, reconhecemos o quanto uma ideia nascida por puro entusiasmo faz bem aos ânimos. Que sempre haja espaço para verdadeiros shows como esse visto em Curitiba no último final de semana.

Fotos |   Renault/Divulgação