A Fiat está numa sinuca de bico. O fabricante apresentou no começo do ano o Stilo 2011, que veio equipado com o antigo motor 1.8 Powertrain. Porém, o estoque destes motores está chegando ao fim, tanto que praticamente todos os modelos Fiat que usavam o antigo 1.8 já são montados com os novos E.torQ.

Como o hatch-médio já é modelo 2011, descontinuá-lo no momento para a chegada do Bravo não seria uma boa ideia, pois iria gerar antipatia nos clientes que compraram o carro acreditando na sua permanência por mais um ano. E, os planos eram exatamente estes, já que o Stilo ficaria em 2011 em companhia do Bravo.

Como praticamente não há mais motores de origem Powertrain, o fabricante começou a montar na última semana protótipos equipados com motores E.torQ. Se são apenas testes de rotina ou  o Stilo ganhará os novos propulsores mesmo estando em fim de linha, não há confirmação.

O certo é que o fabricante está com um tremendo de um abacaxi nas mãos para descascar. Se a intenção for dar uma sobrevida ao modelo, é provavél que o Stilo tenha uma versão 2011 ½, assim como o Ford Focus terá em outubro (veja ), porém, o modelo da Ford só terá acréscimo de algumas melhorias em seu catálogo de versões. Já no caso da Fiat a situação é pior, uma vez que o Stilo terá sua principal parte trocada que é seu coração.  Seja qual for a decisão, o fabricante deverá sair com mais alguns arranhões em sua imagem.

Foto Marlos Ney Vidal/Autos Segredos