Volkswagen Fox conquista três estrelas no Latin NCAP

O Latin NCAP analisou dois modelos veteranos da Volks, o Fox e a SpaceFox que nem é mais fabricada. Apesar da idade, ambos os modelos conquistaram três estrelas nos testes de impacto
Fox
Foto | Latin NCAP/Divulgação

Analisado pelo Latin NCAP em 2015, o Volkswagen Fox perdeu uma estrela no teste atual em relação ao anterior. O modelo conquistou três estrelas das cinco possíveis, a SpaceFox, chamado de Suran em outros mercados latinos, também replicou a nota. Vale lembrar que a perua já teve sua produção encerrada e o hatch deve durar no máximo até 2020.

Projetos antigos

Frutos de projetos antigos, o Volkswagen Fox estreou em 2003 e a SpaceFox lançada em 2006. A falta de airbags laterais e controle de tração puxaram as notas dos modelos para baixo nos testes de impacto. Considerando que ambos são projetos bem antigos, a nota deles não é tão ruim. Projetos mais novos não receberam o mesmo resultado que a dupla alemã.

Notas

Na proteção aos passageiros adultos, a dupla conquistou 20.98 dentro dos 34 possíveis. Já na proteção aos ocupantes infantis, a nota foi de 27.13 dentro dos 49 pontos máximos. Na colisão frontal, a nota foi de 10.09, ante aos 16 pontos possíveis, já no impacto lateral, a nota foi de 10.38 dentro dos 16 possíveis.

Fox
Foto | Latin NCAP/Divulgação

Impacto frontal

Na simulação de impacto frontal, as cabeças e pescoços do motorista e passageiro tiveram boa proteção dos airbags e cintos de segurança. Ambos os equipamentos de retenção são equipados com pré-tensionadores e limitadores de carga.

Já na proteção ao tórax do passageiro o resultado foi bom, para o motorista proteção foi ruim. A proteção aos joelhos dos passageiros dianteiros não é boa e os mesmos podem ser atingidos por estruturas perigosas do painel.

As canelas dos ocupantes dianteiros receberam proteção adequada. A área onde ficam os pés do motorista é estável e cumpriu o seu papel com boa proteção. Segundo Latin NCAP, a estrutura do veículo é considerada estável.

Fox
Foto | Latin NCAP/Divulgação

Impacto lateral

Nos testes de impacto lateral, o Fox e a SpaceFox ofereceram boa proteção para a cabeça e a pelve. Já a proteção do abdômen foi apenas adequada e fraca para o tórax.

Crianças

De acordo com o relatório do Latin NCAP, o Sistema de Retenção Infantil (SRI) para a criança de três anos de idade foi instalado voltado para frente usando o cinto de segurança do adulto e não foi capaz de impedir o movimento excessivo para frente durante o impacto. Já o SRI para a criança de 18 meses foi instalado olhando para trás usando o cinto de segurança para adultos e ofereceu bom desempenho dinâmico.

Fox
Foto | Latin NCAP/Divulgação

No teste de impacto lateral, ambos os dummies tiveram boa proteção. A maioria dos SRIs utilizados com os cintos de segurança avaliados foram aprovados na instalação, considerando as posições isentas assinaladas no manual. Por conta da ausência de cinto de três pontos par ao passageiro do meio, a dupla de compactos recebeu nota baixa na avaliação e no equipamento do veículo.

Apesar de oferecer ancoragens ISOFIX, elas não atendem aos requisitos do Latin NCAP em referência à sinalização. As etiquetas de sinalização de advertência para a instalação de um SRI no banco dianteiro com airbag atendem aos requisitos do Latin NCAP. Nos modelos também não é possível desativar o airbag do passageiro quando um SRI é instalado voltado para trás no banco da frente.