Voltado para diversas aplicações, o Volkswagen Constellation 32.360 alia força bruta e conforto para o trabalho pesado. Sistema de redução no cubo diminui riscos de quebra

Assim como nos automóveis, os caminhões também estão evoluindo em relação ao conforto, segurança e itens tecnológicos que facilitam a vida do motorista profissional. O Volkswagen Constellation 32.360 é um deles. Atuando no segmento de traçados, o caminhão conta com itens que estão ficando comum nos carros, como assistente de partida em rampa e controle de tração. Nossa reportagem teve um aperitivo guiando o Constellation 32.360 num ambiente fechado de mineração. Experiência mostrou que o caminhão, apesar das dimensões exageradas, é fácil de guiar mesmo carregado.

Volkswagen Constellation 32.360
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Modo manobra

Andamos no Consteslletion 32.360 6×4 equipado com báscula e carregado com 15 toneladas de brita. O modo manobra evita o tranco na arrancada e o caminhão sai em velocidade baixa. Segundo Ricardo Yada, supervisor de Marketing do Produto da MAN Latin América, isso evita desgaste desnecessário do caminhão, e até mesmo pequenas colisões.

Volkswagen Constellation 32.360
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Automatizado

Equipamento em desuso nos automóveis, o Volkswagen Constellation 32.360 é equipado com uma transmissão automatizada de 16 marchas à frente e duas à ré da ZF, chamada de Vtronic. O câmbio é sincronizado e contribui para facilitar a condução do caminhão. Em nosso contato, não foi notado os tradicionais “soluços” presentes em carros de passeio.

As trocas podem ser feitas em modo manual posicionando a alavanca para esquerda. Para passar a marcha basta tocar alavanca para cima ou para baixo para reduzir.

O Constellation 32.360 é equipado com direção com assistência hidráulica e coluna de direção multi-regulável, que deixa fácil sua condução e também facilita encontrar uma posição confortável para sua condução.

Volkswagen Constellation 32.360
Foto | Volkswagen/Divulgação

Cuidados

Carregado e em movimento, os marinheiros de primeira viagem devem ficar atentos ao dirigir o pesado. Em alguns trechos do percurso foi necessário usar o câmbio manual, principalmente ao entrar em aclives, já que uma marcha errada o caminhão ficaria sem forças para transpor a situação. Não adianta também ficar na ânsia de querer pisar fundo no pedal do acelerador, as respostas são diferentes, tem que se manter a velocidade constante, afinal não é um modelo de transporte.

Chamado de EasyStart, o assistente de partida em rampa não é acionado automaticamente, sendo necessário seu acionamento manual por meio de um botão ao lado direito do banco. Ao pressionar, o equipamento segura por três segundos o caminhão para que o condutor arranque. O sistema tem que de ser desligado na sequência, mas mesmo que se esqueça ele não irá interferir na condução. Um sinal luminoso no painel ficará piscando para que ele seja desligado.

Já nas descidas, o freio motor cumpre seu papel e o caminhão desce suave mesmo com 15 toneladas de carga nas costas.

Volkswagen Constellation 32.360
Foto | Volkswagen/Divulgação

Motor

O caminhão é equipado com o motor Cummins ISL 360 que rende potência de 360cv e torque de 163 kgfm.

Freios

O Constellation 32.360 é equipado com freios a tambor com sistema ABS, que evita que a roda bloqueie quando o pedal é acionado em emergência evitando uma derrapagem. O sistema também conta EBD que distribui a força de frenagem entre as rodas.

Volkswagen Constellation 32.360
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Facilitando a vida

Ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, travas elétricas, retrovisores externos com ajustes elétricos, coluna de direção regulável e banco do motorista com suspensão pneumática podem parecer para os leigos itens supérfluos para um modelo voltado para o trabalho. Porém, eles são importantes aliados para o motorista profissional que passa o dia em condições estressantes, eles ajudam que o motorista fique inteiro ao final de um dia de trabalho e fique em condições aptas para voltar ao trabalho no dia seguinte.

Volkswagen Constellation 32.360
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Interior

Alguns comandos internos do Constellation são velhos conhecidos dos clientes de carros de passeio da Volkswagen, o comando para acendimento dos faróis foi usado por anos pelo Gol “bolinha”, as fechaduras de abertura internas das portas também são oriundas da linha do compacto da VW. No geral, os comandos estão ao alcance das mãos do condutor.

Já os materiais de acabamento são em plástico rígido e nem podiam ser diferentes num modelo destinado ao trabalho.

Redução no cubo

Uma das novidades do Constellation 32.260 é a redução no cubo que é de muito importante principalmente nos segmentos canavieiro, de transporte de madeira, mineração, entre outros, onde há riscos do caminhão patinar as rodas (situações off-road). O sistema evita quebras em condições severas. O caminhão também conta com a função suplementar off road.

O que é a redução no cubo?

Para entender, o que é a redução no cubo, pedimos ajuda a um engenheiro, leitor antigo do Autos Segredos. Segundo nosso contato, no geral os caminhões médios contam com o sistema de redução/multiplicação de rotações no câmbio e no eixo diferencial (eixo rotativo), no qual a transmissão de rotação nos semi-eixos vai diretamente para as rodas.

Assim, por meio de uma relação de transmissão de rotações, o torque do motor pode ser multiplicado ou reduzido até chegar à roda.

Porém, nos caminhões pesados como o Constellation 32.360, ele ainda tem a redução no cubo que é responsável por transmitir o torque de maneira uniforme para as rodas através de um sistema de engrenagens planetárias.

No sistema planetário, há o semi-eixo no centro transmitindo o torque para o cubo por meio de três engrenagens satélite.

Em resumo, segundo nosso contato, a redução no cubo é um sistema de engrenagens acoplado no semi-eixo para que o torque possa ser transmitido para as rodas sem quebra em operações severas.

Siga nossas redes sociais

  • Acompanhe o Autos Segredos no Instagram
  • Curta nossa fanpage no Facebook
  • Confira o canal do Autos Segredos no YouTube