Reformulado e com nova motorização, o Jeep Wrangler 2019 chega ao Brasil em duas versões

 

Wrangler 2019
Foto | Jeep/Divulgação

Por Marlos Ney Vidal (*)
De São Paulo

No Dia Mundial do Jeep comemorado todo dia 4/4, a marca do Grupo FCA fez sua festa e apresentou a nova geração do Wrangler 2019 que mantém seu legado off-road. Completamente reformulado e com novo motor 2.0, o SUV é um modelo destinado para quem deseja se divertir e curtir todos os atributos que o Wrangler oferece.

Primeira volta

Em pequena trilha montada na Hípica de São Paulo, a marca disponibilizou duas unidades para o test-drive de dezenas de jornalistas, assim a duração foi do tipo “foi bom, mas acabou”. Andamos no Wrangler 2019 com carroceria de duas portas, com o instrutor ao lado, o carona teve se “virar” para se acomodar no banco traseiro, já que o acesso não é nada fácil. Porém, comparado ao conforto oferecido para os ocupantes de trás, a entrada foi o menor dos problemas. A versão de duas portas é homologada para quatro ocupantes.

A unidade na qual andamos é uma versão Sport que não será vendida no Brasil. Assim ela conta com alguns acessórios da Mopar que não estão presentes na opção Saara como: adesivo no capô, grade escura, para-choque dianteiro off-road com guincho, pneus lameiros, estribos e para-barros.

Wrangler 2019
Foto | Jeep/Divulgação

Feito para quem quer se divertir como escrevemos acima, o espaço no banco traseiro é mais apropriado para crianças. Culpa das caixas de roda que invadem a cabine. O assento do banco é curto, não apoiando bem as pernas e o espaço para os joelhos é mínimo. Para um casal sem filho e que vai cair na estrada, o banco traseiro serve para fazer às vezes do porta-malas, que na versão duas portas mal cabe uma mochila…

Brincadeira de adultos

Mas, para quem está no comando do Novo Wrangler, a diversão é garantida, devorador de trilhas, o Jeep passa por atoleiros, rampas de difícil acesso como se estivesse trafegando por uma Autobahn alemã.

Wrangler 2019
Foto | Jeep/Divulgação

Apesar de toda a tecnologia embarcada, o acionamento da tração 4×4 4 reduzida é feita pela tradicional alavanca. Os engates não são macios, mas, garantem a diversão e lembra ao condutor que ele está à bordo de um SUV raiz. Para os condutores de primeira viagem, vale lembrar, que apesar de toda a robustez e tecnologia do Wrangler, uma manobra errada no off-road pode levar à acidentes. Assim, ao optar pelos caminhos tortuosos, a atenção merece ser redobrada.

Transmissão

Para facilitar a vida e oferecer conforto, a transmissão é automática de oito velocidades, com trocas rápidas, as retomadas são empolgantes. O casamento com o motor 2.0 Turbo é perfeito e o câmbio entrega toda a força todo motor.

Wrangler 2019
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Motor

O Jeep Wrangler 2019 é equipado com o motor 2.0 Turbo movido a gasolina. O propulsor rende 271 cv de potência 5.250 rpm e torque de 40,78 kgfm a 3.000 rpm.  Apesar do circuito montado para o test-drive ser praticamente destinado à mostrar a valentia do Wrangler 2019 em seu habitat natural, a pista tinha alguns pontos para dar “aquela esticada”. Numa delas, o instrutor dá seu aval e o pé direito pisa sem dó, para ver do que o Wrangler é capaz, o torque se equipara aos de motores diesel e sua força aliada aos 271 cv de potência garantem o sorriso ao fim da reta.

Suspensão

É claro que para aproveitar todo o “glamour” do conjunto mecânico do motor, a suspensão tem que dar conta do recado e do Wrangler 2019 cumpre perfeitamente seu papel. Em certos trechos da trilha, ela filtra muito bem as imperfeições do solo. Ao entrar na pista de “caixa de ovos”, os trancos são bem reduzidos e o Jeep transpõe o trecho sem nenhum problema.

Acabamento

O acabamento interno do Wrangler condiz com seu uso, os materiais usados nos forros de porta são em plástico rígido e de fácil limpeza para quem não abre mão de fazer uma trilha. O painel também não conta com materiais sensíveis ao toque, mas, o acabamento é bom e o desenho agrada.

Wrangler 2019
Foto | Jeep/Divulgação

De série

Entre os equipamentos de série estão ar-condicionado automático, direção eletro-hidráulica, rodas de liga leve 18″, volante multifuncional, entre outros itens. Ainda fazem parte bancos revestidos em couro, volante e alavanca de câmbio também revestida em couro e sistema de monitoramento de pressão dos pneus.

Wrangler 2019
Foto | Jeep/Divulgação

Multimídia

O sistema de áudio conta com tela de 8.4” touch compatível com Apple Carplay e Android Auto, comando de voz, USB e Bluetooth. A central ainda oferece navegação por GPS.

Segurança

No quesito de segurança, o Wrangler 2019 tem airbags frontais, airbags de assento suplementar frontal, freios ABS, contrle de tração, controle eletrônico anticapotamento, controle de estabilidade, controle de oscilação da carroceria, sistema ISOFIX, entre outros itens.

Quanto custa?

Uma pena que o custo da brincadeira é alto. Para levar o Jeep Wrangler 2019 para casa, o comprador terá que desembolsar a quantia de R$ 259.990 para a versão com duas portas. Se optar por ter mais espaço para a família, a opção quatro portas pula para R$ 274.990. A versão Rubicon que será comercializada pela primeira vez no Brasil será ofertada futuramente, especula-se que os preço fique na casa dos R$ 300 mil.

(*) O jornalista viajou à convite da Jeep do Brasil.

Siga nossas redes sociais