Em pré-venda, Mitsubishi Eclipse Cross chegará ao mercado em novembro
Mitsubishi Eclipse Cross
Foto | Mitsusbishi/Reprodução

O Mitsubishi Eclipse Cross será lançado em 27 de setembro e as primeiras unidades começam a chegar ao mercado em novembro. A marca já iniciou a pré-venda do SUV, os interessados podem acessar o site .

Mitsubishi Eclipse Cross
Foto | Mitsubishi/Divulgação

Versões

O SUV será vendido nas opções Eclipse Cross HPE-S e na Eclipse Cross HPE-S AWC. A primeira opção terá tração 4×2 e a segunda contará com o sistema de tração S-AWC. Esse sistema fez sua estreia em 2007, no Lancer Evolution.

Mitsubishi Eclipse Cross
Foto | Mitsubishi/Divulgação

A tecnologia é um controle dinâmico do veículo lê instantaneamente os movimentos da carroceria, tanto na rolagem, quanto numa frenagem quando se freio o veículo e a frente dele se abaixa ou quando a frente se levanta nas acelerações.  Desse modo, ele gerencia a distribuição de força entre a roda direita e a roda esquerda em ambos os eixos. O sistema ainda faz o controle ativo da trajetória, com a leitura do ângulo da direção e de outras informações do veículo como a velocidade das rodas, a força de travamento e sua trajetória.

Linhas

Na dianteira, o Mitsubishi Eclipse Cross tem linhas tradicionais que remetem a nova identidade visual da marca. Os faróis são estreitos e são ligados por uma grade cromada que ainda contorna as enormes luzes DRL.

Mitsubishi Eclipse Cross
Foto | Mitsubishi/Divulgação

Se a frente é comportada, o mesmo não pode se dizer da traseira que tem desenhado bem extravagante. Uma enorme faixa de LED divide a janela da tampa do porta-malas unindo as pequenas lanternas traseiras que tem formato bumerangue. A placa de identificação é alojada na tampa do porta-malas. O para-choque tem apliques prateados e preto.

Motor

A marca não revelou muitos detalhes do Eclipse Cross. Mas, em outros mercados ele conta com dois motores um movido a gasolina e outro diesel. O propulsor a gasolina é o 1.5 turbo com injeção direta que trabalha em conjunto com um câmbio CVT que simula seis marchas. Já o diesel é um 2.2 turbo que trabalha com uma transmissão automática de oito velocidades

Siga nossas redes sociais