A decisão da General Motors de antecipar o fechamento da fábrica do  Classic em São José dos Campos (SP) não foi mantida após reunião com o sindicato local de metalúrgicos. Mesmo tendo acertado que a produção do sedã nesta unidade só teria fim em dezembro, a GM havia antecipado a medida para a última semana.

A nova decisão foi divulgada pelo sindicato. A General Motors ainda não se pronunciou a respeito da decisão.

Parte do complexo de São José dos Campos, a fábrica MVA era responsável pela produção de Corsa, Meriva e Zafira que deixaram de ser produzidos em 2012. Restou apenas o Classic, que permanecia em produção num ritmo de 150 carros montados por dia na fábrica que emprega 750 funcionários. Agora a produção será retomada no dia 9 de setembro, ainda que em ritmo de produção reduzido.

O sindicato afirma ainda que a montadora abriu um Programa de Demissão Voluntária (PDV) voltado a trabalhadores da linha até 8 de setembro. Como serão produzidas menos unidades, o excedente de pessoal ficará em licença remunerada até o fim do ano. Quem não aderir ao PDV voltará para a linha de produção ou permanecerá em licença remunerada até dia 31 de dezembro, quando todos serão desligados da empresa.

Foto | Chevrolet/Divulgação